Compartilhe nas redes sociais

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador anunciam fim de greve após 2 meses.

Na manhã desta quarta-feira (2), em assembleia na Praça Castro Alves, os agentes comunitários e endemias de Salvador, em greve há 64 dias, anunciaram o fim do movimento.

Cerca de mil agentes votaram pelo fim da greve. De acordo com a direção do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Contendores de Doenças Endêmicas e Epidemiológicas do Estado da  Bahia (Sindacs-BA) todos vão retomar as atividades com a certeza de dever cumprido, mesmo com todos os obstáculos enfrentados nesses dias de muita luta.
Para a ACS, Raimunda Lima, se sentiu lesada no briga pelo piso, “O sindicato está lutando, nos ajudou, e eu não vou desistir da luta. Eu ainda quero o piso, pois nós temos direto.”
 “O sindicato está lutando, nos ajudou, e eu não vou desistir da luta. Eu ainda quero o piso, pois nós temos direto”  (Raimunda Lima- ACS).  Foto: Sindacs
Nesses 64 dias  foram realizados diversos  protestos pela cidade. Em todas as mobilizações a  categoria esteve determinada, com espírito de luta, mas, sobretudo com paciência para entender o grau de dificuldade que envolveu todo o processo de discussão com a Gestão Municipal.
“A  greve foi legítima,  eu esperava mais diálogo da gestão. O sindicato lutou bastante, nos ajudou em todos os momentos críticos do embate.Nós  vamos continuar na luta.”  (José Raimundo- ACE).  Foto: Sindacs
A direção do Sindacs manteve a  capacidade de negociar mesmo nos momentos mais tensos, provando a importância de  apostar até o último minuto no processo de negociação, e afastar qualquer possibilidade  de danos para a categoria.
O diálogo na mesa de negociação, e a luta dos trabalhadores sempre vão ser a estratégia do SINDASC/BA na busca por melhores condições de trabalho dessa classe, que almeja por valorização.

Para o Coordenador Geral do SINDACS/BA, Aldenilson Rangel, a categoria renasceu. “Os ACS e ACE mostraram força. Eles lutaram pelos objetivos mesmo com toda dificuldade criada pela gestão, e também pelos que se dizem “pseudo-sindicalistas”.
A coordenação do sindicato mostrou que com respeito, humildade e união vão conseguir fortalecer a luta pelo Piso Nacional.  O sentimento de vitória, daqueles que participaram da luta, só faz crescer.
Os diretores do sindicato entendem, que mesmo não sendo a proposta ideal, o almejado pagamento do piso nacional da categoria, mas, há uma melhora significativa, portanto finalizar a greve seria o caminho mais correto. Vale ressaltar, que o sindicato encaminhou uma proposta para a gestão apreciar e restituir os dias não trabalhados, que foram cortados de forma ilegal pela Gestão Municipal.
A entidade continuará apoiando os trabalhadores, buscando contribuir ainda mais para a saída desse impasse. Fica a lição para o Governo Municipal, que por conta de uma postura intransigente postergou ao máximo a apresentação da proposta final. Atitudes semelhantes não poderão se repetir, é preciso transparência, diálogo e muita disposição para negociar.
A coordenação parabeniza cada trabalhador (a) pelo empenho em buscar na “raça” o cumprimento de Lei Federal 12.994/14, porém, depois dessa batalha, a categoria deverá continuar mobilizada para todas que ainda estão por vir.
Fonte: SINDACS

Minha humilde opinião:

Pela primeira vez, vivenciei uma greve de verdade! Não foi aquelas greves de conchavos na quais estávamos acostumados, depois de 5 10 dias, aceitem suas migalhas e voltem a trabalhar!

Essa greve vai ficar para a história, porque fomos a ÚNICA categoria a bater de frente contra a gestão de ACM Neto. Em quase 4 anos de governo dele, ninguém teve tanta ousadia quanto os ACS e ACE nesse movimento paredista.

Essa greve também serviu para separar o joio do trigo: Vimos o quanto estão nocivas e daninhas essas associações que tentam se apoderar da categoria, para vênde-la pelas 30 moedas de prata, onde essas pediram para a gestão municipal para cortar o ponto dos agentes em greve, e agora quis querer "resolver" o problema.

Ao longo da minha carreira funcional tive muitas críticas pela falta de ação do SINDACS, mas tenho que admitir que dessa vez eles foram muito bons e NÃO ME ARREPENDO de ter colado nessa luta com o sindicato.

PARABÉNS AO SINDACS E A CATEGORIA POR ESTA ÓTIMA BATALHA, PORQUE A GUERRA SÓ ACABA COM O PISO SALARIAL NO BOLSO!

"Somos Guerreiros! Em alguns momentos podemos até recuar, mudar de estratégia e voltar à batalha, mas desistir nunca!"
Compartilhe: