Compartilhe nas redes sociais

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Obra do metrô é embargada por falta de segurança ao trabalhador

Cerca de 300 operários da Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) estão proibidos de trabalhar no canteiro de obras do metrô, no Retiro. A determinação foi da Superintendência Regional de Trabalho e Emprego (SRTE), que embargou parte da obra há cerca de dez dias.

“O motivo foi a falta de medidas coletivas de segurança”, explicou o chefe do Setor de Segurança e Saúde do Trabalhador da SRTE, Flávio Nunes. Segundo ele, falta de suporte para os cintos de segurança e o uso de apenas uma corda de sustentação foram algumas das irregularidades encontradas. Cerca de 2 mil operários trabalham no local.



“Na próxima semana, voltaremos para uma nova fiscalização e vamos fiscalizar também as outras frentes”, afirmou Nunes. A assessoria da CCR informou que o problema foi solucionado e que os operários já voltaram ao trabalho.

Na semana passada, foi embargada também a obra de demolição do Aeroclube, “por falta de projeto específico e medidas de segurança”. Ainda segundo Nunes, os responsáveis corrigiram as falhas, e as obras foram liberadas na última quarta.

15 anos e ainda nada...

"A corrupção não é uma invenção brasileira, mas a impunidade é uma coisa muito nossa. "

Jô Soares

Nossa Hashtag:
#AgentesdeSaúde

Curta nossa pagina no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Participe, debata e dê sua opinião do Nosso Grupo no Facebook:

Agentes de Saúde Salvador

Participe, debata e dê sua opinião do maior Grupo sobre Agentes de Saúde no Facebook:

Agentes de Saúde do Brasil

Me add no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Sigam-me no Twitter:

IvandoAg.Saúde
Compartilhe: