Compartilhe nas redes sociais

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

CCZ e Fiocruz criam parceria para que os ACE's façam captura de alados e coleta de ovos do A. Aegypti em Salvador.

Olá colegas, um colega me repassou esse e mail, sobre uma parceria entre o CCZ e a Fiocruz para que os ACE façam mais um trabalho: Captura de alados e coleta de ovos do Aedes Aegypti, aqui em Salvador. Vejam abaixo:


"No dia 15/09/2014, foi realizada na FIOCRUZ uma reunião que contou com a participação de representantes da FIOCRUZ, Dr. Luciano Kalabric, Msc. Kathleen Ribeiro, a gerente do CZZ, Dra. Geruza Morais, a coordenadora da dengue, Dra.Isabel Guimarães, além dos colegas do GDVAE, Isaura Margareth, Josemar Pimentel e Taise França. O motivo da reunião foi alinhar as próximas ações do Projeto que dependem do apoio do CCZ: determinação de índice de adultos e ovos do A. aegypti; e a mobilização socioeducativa. 

Ficou definido que a determinação dos índices de adultos e ovos do A. aegypti serão realizados no fechamento de cada ciclo, uma semana antes do início do próximo LIRAa. Este medida visa poder contarmos com o apoio dos ACEs sem prejuízo para sua produção e, principalmente, termos índices comparáveis aos do LIRAa. A primeira determinação de índices de adultos e ovos do A. aegypti ficou programada para o dia 13/10/2014, em ambos estratos 302 e 299.  Brevemente, entraremos em contato com os supervisores, líderes e ACEs destes estratos para orientá-los sobre a metodologia a ser adotada para determinação dos referidos índices. Quanto à mobilização socioeducativa, teremos reunião dia 23/09, na FIOCRUZ, com Dra. Lígia Rangel, ISC-UFBA, para discutir sobre a capacitação dos ACEs-educadores. Assim que tivermos mais informações sobre a capacitação e sobre a metodologia que iremos adotar para a mobilização socioeducativa, marcaremos, com anuência da coordenação da dengue e supervisores de campo, o treinamento dos ACEs do estrato 302. A primeira ação de mobilização deve ocorrer na abertura do último ciclo de 2014, que ocorrerá em outubro-novembro."

Olha colegas eu não quero ser do contra, mas esses acordos que são feitos para trabalharmos nós não temos participação das discussões, não há debate, mas sim imposição.
Nós não temos condições de trabalho, recebemos abaixo do salário minimo e nem se sonha em receber o piso salarial e não vejo nenhuma boa vontade da gestão para que nossa situação melhore, seja na questão das nossas condições de trabalhos, e sobre a questão do Piso Salarial.

A Fiocruz quer que os Agentes de Endemias trabalhem para ela, nos repasse algum tipo de incentivo financeiro, porque só vejos aumentar o trabalho e as atribuições, mas na hora de sermos recompensados pelo prefeito ACM Neto (DEM), não vejo alguma boa vontade.

Mas como sempre nossos colegas vão trabalhar "numa boa" e o que hoje é um favor, amanhã será obrigação!

Sei que temos pensar na saúde da população, mas fica difícil quando nossa saúde não é valorizada.

"Submissão não tem a ver com autoridade e não é obediência. Tem a ver com relacionamentos de amor e respeito"
A cabana

Nossa Hashtag:
#AgentesdeSaúde

Curta nossa pagina no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Participe, debata e dê sua opinião do Nosso Grupo no Facebook:

Agentes de Saúde Salvador

Participe, debata e dê sua opinião do maior Grupo sobre Agentes de Saúde no Facebook:

Agentes de Saúde do Brasil

Me add no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Sigam-me no Twitter:

IvandoAg.Saúde
Compartilhe: