Compartilhe nas redes sociais

quinta-feira, 18 de junho de 2015

FETRAMEB entra na justiça e Prefeito e Urandir é obrigado a resarcir aos servidores cujo o salário foi bloqueado por causa da greve. O não cumprimento da decisão acarretará em prisão do prefeito!

O prefeito de Urandir Ba- cidade a 900 km de Salvador foi condenado a devolver do próprio subsidio os dias descontados do salario dos  dos professores em   greve há quase 90 dias. 

Anteriormente a essa decisão a prefeitura já tinha sido condenada a multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por dia, caso não devolvesse num prazo de 10 dias a contar da decisão Judicial.
O Sindicato dos Servidores de Urandir é filiado FETRAMEB (Federação dos Trabalhadores Públicos Municipais do Estado da Bahia), CONFETAM (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal) e CUT.
O Sindicato seguiu a orientação dada pela acessoria jurídica da FETRAMEB, inclusive o modelo da ação foi feita pela originada em outro municipio tambem da base da Federação e espera-se que dessa vez o prefeito cumpra a determinação judicial, pois uma nova desobediencia poderar originar o pedido da sua prisão.

Prefeitura tenta recorrer na justiça pela ilegalidade da greve e perde novamente!

A dezembargadora dra. Joanice Guimarães julgou favorável aos trabalhadores negando liminar a prefeitura que queria a consideração por parte da Justiça de ilegalidade da greve, a terceira derrota seguida da prefeitura que insiste em não atender as reivindicações dos professores municipais e cortando os doas da greve que já passam de 60 dias.

Isso é para mostrar que o sindicato com o seu jurídico forte e eficiente, o servidor não sofre cortes de ponto e muito menos bloqueio de salário durante a greve, parabéns a FETRAMEB pelo seu jurídico e o Sindicato de Urandir, por não ceder a pressão do prefeito e ir pra cima com gosto de gás!!!

"A justiça é o direito do mais fraco."
Joseph Joubert
Compartilhe: