Compartilhe nas redes sociais

domingo, 14 de junho de 2015

Qual o impacto do reajuste oferecido pela prefeitura sobre o vecimento e o Aux. Alimentação dos Agentes de Saúde

Olá colegas, nessa guerra contra a prefeitura, a mesma enviou uma proposta para a analise para os agentes de saúde. Vamos analisar como afeta o reajuste oferecido pela prefeitura e como ficará se aceitarmos essa proposta absurda feita pela Prefeitura de Salvador.


Antes, vamos definir o que é INFLAÇÃO:

A inflação é o aumento persistente e generalizado no valor dos preços, é a medida usada para medir quanto o dinheiro "perdeu valor" ou a diminuição do poder de compra do consumidor.

Agora que entendemos o que é inflação, vamos ao que interessa:

Paupério afirmou no site da SEMGE: “A proposta aos servidores recompõe o índice inflacionário do período em 6,41% de forma escalonada, sendo a primeira parcela em 3,7%, retroativa a 1º de maio e, em 1º de dezembro deste ano, o complemento em 2,71%. O auxílio-alimentação terá aumento equivalente à porcentagem do reajuste salarial”.

Mas vamos ao primeiro problema:

A inflação é contada de Janeiro do ano anterior à Janeiro do ano subsequente, isto é 12 meses, então no nosso caso deveria ser de Maio de 2014 a maio de 2015. Porque a prefeitura está contando a inflação a partir de dezembro?

A inflação acumulada de 01 ano, está em aproximadamente em 8,31%, isto é a prefeitura está oferecendo 6,41%, cerca de 1,9% abaixo da inflação.

Segundo problema: 

A prefeitura está oferecendo o "reajuste" em duas vezes, 3,7%, retroativa a maio, em 1º de dezembro deste ano, o complemento em 2,71%. Como a inflação tende a aumentar, essa recomposição em dezembro se tornará perda, porque o acumulado será muito maior do que 2,71%, isto é, vamos sair perdendo!

Mas afinal, qual o reflexo no nosso Salário Base e no Aux. Alimentação:

A prefeitura fez a proposta esdrúxula como relacionada acima, vamos ver o reflexo no nosso salário base:

Salário Base:

R$ 692,08 + 3,70% = R$ 717,69 reajuste de R$ 25,61 (retroativo a maio)

R$ 717,69 + 2,71% = R$ 736,64, reajuste de R$ 19,45 (valor de dezembro)

Obs: Salário ainda abaixo do Salário Mínimo Nacional vigente

Auxílio Alimentação:

R$ 313,63 + 3,70% = R$ 325,23, reajuste de R$ 11,60

R$ 325,23 + 2,71= R$ 334,04  reajuste de R$ 8,81

Obs¹: Nosso auxílio alimentação não é reajustado desde 2012, está mais do que defasado. 

Obs²: O impacto do reajuste por dia será de apenas R$ 0,92 (noventa e dois centavos), por dia  e esse valor somente em dezembro! 
Porque recebemos cerca de R$ 14,26 por dia e depois do mês de dezembro R$ 15,18. Isto é uma VERGONHA, depois de 3 anos sem reajuste no auxílio alimentação, será que os preços somente aumentaram R$ 0,92 (noventa e dois centavos)?

"A corrupção dos governantes quase sempre começa com a corrupção dos seus princípios."

Barão de Montesquieu
Compartilhe: