Compartilhe nas redes sociais

sábado, 7 de maio de 2016

Após nota desastrosa, Presidente do COREN/MG, se desculpa e esclarece o "mal entendido".

Após nota desastrosa publicada no site do COREN/MG, publicada em primeira mão no nosso blog, onde em reunião com o CONASEMS, o Presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais, sugere a "substituição" dos ACS por Técnicos de Enfermagem. Devido a um grande mal estar causado à categoria, que depois da revolta e repercussão negativa, o mesmo escreveu uma nota se desculpando e "esclarece" o mal entendido. Veja abaixo a nota divulgada pelo site:

"O presidente do Coren-MG vem a público prestar alguns esclarecimentos quanto à matéria publicada nas mídias do Conselho a respeito de eventual substituição dos ACS por Técnicos em Enfermagem.

Entendo que o termo "substituição" não foi apropriado. Na realidade, pretendi informar que as vagas para Agente Comunitário de Saúde continuarão a ser disponibilizadas, podendo ser preenchidas também por Técnicos em Enfermagem.

É sabido que não existe em tramitação nos órgãos competentes nenhuma proposta para exclusão dos ACS. Tal possibilidade, além de não ter sido em momento algum aventada por este Presidente do Coren-MG, revela-se tão descabida quanto desnecessária, uma vez que os ACS inseridos no SUS têm suas atribuições de grande relevância, conforme disposto na Lei nº. 11.350/2006

Peço a gentileza de clicarem aqui para acessar novamente a matéria em questão considerando-se os presentes esclarecimentos.

Atenciosamente, 

Enfo. Marcos Rubio
Presidente do Coren-MG"

Minha Opinião:

Quero parabenizar a categoria, pelo poder de articulação e luta. Não vamos deixar que nos desrespeite dessa forma. Somos Profissionais de Saúde e merecemos respeito!

Lembrando ao presidente do COREN/MG, que existe um curso técnico específico para os ACS, que é o CTACS (Curso Técnico em Agente Comunitário de Saúde). Este sim tem tudo a ver com nossa profissão, que apesar das semelhanças na teoria com o Técnico de Enfermagem, muito se difere na prática.
Compartilhe: