Compartilhe nas redes sociais

domingo, 17 de março de 2013

Brasileiro inova e inventa a moto "fumacê"


Equipamento inovador combate mosquito da dengue

 O engenheiro mecânico Marcius Costa e o sócio Marcelo Monteiro desenvolveram um equipamento para combater o aedes aegypti, o mosquito da dengue, e outras pragas. Uma moto adaptada faz a pulverização em locais de difícil acesso, como becos, terrenos baldios e ruas estreitas. A comercialização veio só em 2011, após todos os testes e registros no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Os empresários tiveram apoio do Sebrae, com o programa Sebraetec, para patentear o produto em cinco países. O programa existe em todo o Brasil e incentiva a inovação de negócios.


Isso mostra que tem vários projetos para o auxílio no combate a dengue, mas muita gente ainda não sabe. Agora basta boa vontade dos gestores para aplicar essa inovação no nosso dia a dia de trabalho.
O nome da moto é Motofog, veja o objetivo do produto:
O Motofog Fumacê é uma ferramenta inovadora no combate a vetores e pragas urbanas e agrícolas. O sistema foi desenvolvido para ser instalado em uma motocicleta, possibilitando o controle e prevenção do mosquito da dengue, pernilongos, borrachudos, entre outros vetores, em áreas de difícil acesso onde carros fumacê não tem penetração como: favelas, morros, becos, terrenos baldios, ferros-velhos, beira de canais, etc.
Para a agricultura o Motofog apresenta grandes vantagens na aplicação de inseticidas, podendo transitar entre plantações com passagens estreitas, alamedas e em terrenos arenosos e irregulares.
O Motofog oferece aos órgãos governamentais e privados uma alternativa de grande eficácia e baixo custo no controle e prevenção da proliferação dos mosquitos da Dengue entre outros vetores. Além das vantagens financeiras e operacionais como a autonomia, manutenção e armazenagem, o Motofog oferece uma alternativa estratégica para mutirões, permitindo cobrir uma área critica em menos tempo com mais eficácia.

Objetivos
Viabilizar junto aos órgãos governamentais e privados uma técnica de grande eficácia e de baixo custo no controle e prevenção da proliferação das principais pragas e vetores. Na saúde pública pode ser utilizado no combate a vetores como:
  • Dengue e Febre Amarela (Aedes Aegypti e Aedes Albopictus), Malária (Anopheles sp), Doença do Nilo (Culex sp), Pernilongos, Borrachudos, entre outros;
  • Dedetização de insetos em redes de esgoto, bueiros, e dutos subterrâneos em geral.
  • Controle de formigas em canaviais, cupins, pastos e reflorestamentos;
  • Na agricultura e fruticultura em geral, contra insetos, fungos, bactérias, etc.;
  • Na dedetização de áreas portuárias, usinas, galpóes, armazéns, indústrias, garagens, residências, entre outros.
Reduzir os índices de transmissão de doenças na população causadas por mosquitos, principalmente para as camadas sociais menos favorecidas.
Disponibilizar ao agricultor um meio rápido e eficaz para aplicação de praguicidas em áreas de difícil acesso, minimizando o tempo de trabalho e reduzindo o investimento necessário na aquisição e manutenção dos equipamentos.



Veja as fotos da moto em ação:






Quem quiser ver a moto em ação no vídeo:


"A arte da inovação e da criação é o espírito das belezas construídas pelo homem."
Filipe Soares
Compartilhe: