Compartilhe nas redes sociais

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Prefeito de BH além de não cumprir a lei do piso, ameaça a cortar o ponto dos Agentes de Saúde em greve por 35 dias!

Os agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde, em greve há 35 dias em Belo Horizonte-MG, podem ficar sem receber salário em março, caso a greve continue. A afirmação foi feita nessa segunda-feira 09/02, pelo prefeito Marcio Lacerda.

“Nós estamos cortando o ponto. Como tem defasagem de um mês no ponto, o mês de janeiro eles ainda receberam, mas, se a continuar a greve, o próximo pagamento não vão receber nada”, declarou  prefeito Marcio Lacerda de Belo Horizonte-MG.
De acordo com o prefeito, a maior dificuldade em cumprir o piso salarial exigido pelos servidores é a falta de repasse de recursos. “É uma greve que se fundamentou numa lei federal, que definiu um piso. Esse piso, para ser cumprido, tem que haver repasse federal. Esse repasse não está acontecendo”, justificou.

Marcio Lacerda disse que, com os benefícios, o salário dos agentes chega a cerca de R$ 1,5 mil. “O que propusemos foi incorporar uma parte dessas gratificações ao salário para superar o piso, o que daria um custo adicional para a prefeitura de R$ 4 milhões. Nós teríamos de fazer um esforço enorme para conseguir esses recursos, mas eles [os grevistas] não aceitaram.”

Por causa do período chuvoso, que favorece a ocorrência de dengue e febre Chikungunya, o prefeito pretende contratar agentes, em caráter de emergência.



FONTE: RÁDIO ITATIAIA, BIO ACS

"A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos."
Barão de Montesquieu

Nossa Hashtag:
#AgentesdeSaúde

Curta nossa pagina no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Participe, debata e dê sua opinião do Nosso Grupo no Facebook:

Agentes de Saúde Salvador

Participe, debata e dê sua opinião do maior Grupo sobre Agentes de Saúde no Facebook:

Agentes de Saúde do Brasil

Me add no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Sigam-me no Twitter:

IvandoAg.Saúde
Compartilhe: