Compartilhe nas redes sociais

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Agente de saúde é atacado por pit bull após vistoriar casa em Goiânia

Servidor de 44 anos, que atua no combate à dengue, foi ferido no pescoço, ele passou por cirurgia e seu estado de saúde é considerado regular.
Um agente de saúde (ACE) de 44 anos foi mordido no pescoço por um cão da raça pit bull, nesta terça-feira (26), após fazer o trabalho de prevenção contra a dengue em uma casa do Setor Faiçalville, em Goiânia. O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).
Segundo a unidade, ele passou por uma cirurgia que durou cerca de 2h. O estado de saúde dele é considerado regular.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) lamentou o ocorrido e pediu que a população colabore com os agentes, tomando o cuidado de amarrar os animais de estimação durante as visitas de combate ao mosquito da dengue.
O caso foi registrado no 20º Distrito Policial de Goiânia, no Setor Sudoeste. Segundo o delegado plantonista Bruno Henrique Soares, o agente foi ferido já na calçada da residência, quando estava indo embora.

"Ele chegou e fez todo o trabalho de prevenção. Enquanto isso, a namorada do dono do cachorro ficou segurando o animal. Na saída, o bicho acabou escapando e foi para cima da vítima. Ele tentou escapar, mas a bolsa dele ficou presa no portão", disse ao G1.

Após a mordida, o dono do animal, que não estava no local no momento do ataque, e a namorada dele se apresentaram espontaneamente na delegacia. Eles foram ouvidos e liberados em seguida. Segundo o casal, essa foi a primeira vez que o cão atacou alguém.

"Nós já ouvimos também algumas testemunhas. Agora temos que esperar a melhora do agente. Caso ele queira, pode registrar um TCO [Termo Circunstanciado de Ocorrência] contra o dono do cachorro por lesão corporal culposa", disse o delegado.
Fonte: G1

Fica de alerta aos colegas. Se o cão não estiver muito bem preso na corrente, NÃO CONFIE! Sua segurança é sempre em primeiro lugar!!
Compartilhe: