Compartilhe nas redes sociais

domingo, 21 de junho de 2015

Saiba o valor da proposta aceita pelo SINDSEPS e porque não concordo com o fim da greve dessa entidade e porque apoio a greve do SINDACS.

Olá colegas. Nesse momento muitos me perguntam o porque não concordo e não aceitei o fim da greve decretada pelo SINDSEPS e estou de corpo e alma a favor da greve do SINDACS.

Vamos primeiro analisar as propostas da SEMGE para os Agentes:

1- Reajuste de  13,86 % retroativos a Maio de uma única vez, em que o salário base vai para R$ 788,00;

2- Reajuste no Auxilio Alimentação em  6.5% retroativos a Maio:  R$ 334,01;


3- GRATIFICAÇÃO SMS, que hoje é de 40%, vai para 50% depois da criação da comissão de avaliação de metas e qualidade, na qual o movimento sindical terá assento na mesa dessa comissão;

Mas qual será esse valor na prática?

Vamos ver abaixo colegas como vai ficar e avaliar cada proposta para sabermos cada uma:

Reajuste no Auxilio Alimentação em  6.5% retroativos a Maio:  R$ 334,01.

Atualmente nosso Auxilio Alimentação está no valor de R$ 313,63.

Com esse "reajuste" R$ 313,63 - 334,01, a diferença será de R$ 20,38.

O valor diário do auxílio alimentação é cerca de R$ 14,26 e com o "reajuste" passou para R$ 15,18. O valor do reajuste vai ficar em R$ 0,92 (isso mesmo, noventa e dois centavos!)
Não acredito que a alimentação nos restaurantes ou nas compras de casa, aumentaram apenas R$ 0,92 de 2012 para cá.

Para saber mais:

O último reajuste do auxilio alimentação foi em 2012. Antes de 2012 o valor do Aux Alimentação era R$ 261,36 (R$ 11,88 diae após esse ano, o auxilio foi reajustado para R$ 313,63 (R$ 14,26 dia).

Com isso, nessa época, o servidor recebeu uma diferença de R$ 2,38 a mais por dia! Bem superior aos atuais R$ 0,92 aceitos pelo SINDSEPS.

E essa época o reajuste do mês do Aux. Alimentação reajustou em R$ 52,27, e o reajuste atual (2015) não chegou nem a 50% desse valor (R$ 20,38) e bem abaixo da proposta do sindicato, que foi de R$ 25,00 ao dia!

GRATIFICAÇÃO SMS, que hoje é de 40%, vai para 50% depois da criação da comissão de avaliação de metas e qualidade, na qual o movimento sindical terá assento na mesa dessa comissão:

Muitos colegas estão pensando que esse reajuste de 50% na Grat SUS será recebida agora. Estão muito enganados!
A proposta foi para se iniciar uma discussão para a criação do decreto para que seja possível a percepção do reajuste.

Por essa razão a Grat. SUS. NÃO SERÁ REAJUSTADA!

Essa explicação é longa. Dediquei um post sobre esta explicação. Para saber mais, CLIQUE AQUI!

 Reajuste de  13,86 % retroativos a Maio de uma única vez, em que o salário base vai para R$ 788,00:

Esse é o ponto mais intrigante, afinal quanto vai ficar nosso Salário Base?

Vamos as contas:


Mas sabem o que mais me intriga?

Ao longo dos anos, sempre brigamos pela equiparação do Salário Mínimo Nacional vigente. A prefeitura dava mil desculpas e os sindicatos enrolavam aos colegas e decretavam o fim da greve.
Ficávamos 20, 30 até 40 dias de greve pela tal equiparação ao salário mínimo, e nada.

Hoje simplesmente porque o Piso Salarial está em R$ 1.014,00 a prefeitura equipara nosso salário ao Salário Mínimo para R$ 788,00 e com apenas 7 (sete) dias de greve?
Nesse angu tem caroço e vou mostrar a vocês onde!

Vamos ver o comparativo do valor do "reajuste" com o valor do piso e vamos frisar alguns pontos:


Pontos a frisar:

Os agentes perdem R$ 488,00 , por mês com essa proposta, pois a prefeitura vai deixar de nos repassar esse valor por agente com esse acordo. Nossa categoria tem o quantitativo de uns 3.800. Vamos multiplicar esse valor: 488 x 3.800 = R$ 1.854.400,00 (um milhão e oitocentos e cinquenta e quatro mil e quatrocentos reais) por mês que seria nosso, e o prefeito vai usar para financiar campanhas políticas, comprando por exemplo 1 (uma) TV de 32' LDC por mais de 7.000.

Somente o valor do Piso mais gratificações, sem o auxílio alimentação, é maior do que o Salário Bruto do Salário mínimo com todas as gratificações e o auxilio alimentação juntos.

Helder coordenador do GT, ja deixou bem claro que o Decreto é somente para os municípios que tem o vinculo precarizado com os agentes, que nesse caso não se aplica em Salvador.

Minha opinião!

Não fui de acordo com o término da greve pelo SINDSEPS. Achei que podia mais, complementado pela força dos outros profissionais de Saúde que estavam presentes.

No ano passado, conseguimos juntar cerca de 250 agentes, sem sindicato ou associação para a porta da SEMGE e colocamos Paupério na parede. A AACES e o SINDSEPS foram de P.A em P.A desmobilizar o movimento. E prometendo que a campanha salarial a busca seria o piso nacional.
No ano de 2015 nas assembleias iniciais, essas entidades foram com o mesmo discurso, dizendo que "o foco é o piso". Posteriormente, eles disseram que a luta pela "equiparação" das 40 horas era a melhor solução, no que na minha opinião "desfocou o piso".
Agora com menos de uma semana de greve, o SINDSEPS fecha tal acordo aceitando Salário Mínimo.

Estou apoiando a GREVE DO SINDACS que será a partir do dia 25/06 já que 22, 23 e 24 a prefeitura não irá funcionar, dia 06/07 será assembleia no Campo Grande as 08:00, não porque confio no trabalho da diretoria desse sindicato. Tenho críticas duríssimas a essa gestão, acho eles medrosos, que não tem peito para encarar uma greve com firmeza.

Mas estarei colado a essa greve porque quero confiar em vocês colegas de farda, que pegam empréstimo para quitar dívidas ou tem que ter dois empregos para poder dar um conforto a família.

Acredito que só poderemos desistir quando todas as possibilidades imagináveis e inimagináveis estiverem sido exploradas. E já que o SINDSEPS jogou a toalha, o SINDACS pegou e agora vou buscar meu piso nessa nova oportunidade.

Não vamos com birras ou camisas de entidades! Vamos pensar na nossa melhora e no bem estar da nossa família.

Vamos relembrar:
  • Nós mudamos a lei federal que era impossível e era ilegal;
  • Nós alteramos o edital do concurso na época da Real Sociedade, que já estava vigente e novamente era ilegal;
  • Nós conseguimos mudar a lei de Salvador, mudamos de Celetistas para Estatutários, e ouvimos que novamente era ilegal, e ainda diversas piadas dos "descrentes".

Obs: Algumas delas, sem o sindicato apoiando a luta.

Agora nós temos um Piso Salarial que é Lei Federal, o SINDACS que eu realmente não imaginei que decretaria a greve, acatou a decisão dos trabalhadores presentes, e a decretou, nós vamos simplesmente ignorar por causa de alguns colegas vendidos à gestão?

Nós não temos nada a perder! Nunca tive ponto cortado por causa de Greve, a prefeitura já colocou as cartas na mesa, menos do que isso não será, então não custa nada ir pra cima deles!

Não vamos perder mais essa oportunidade de buscarmos o nosso sonhado Piso Salarial.

Quero ver todos vocês mobilizados na GREVE A PARTIR DO DIA 25/06 e no dia 06/07, GRANDE ASSEMBLEIA NO CAMPO GRANDE!

O piso é nosso e agora é lei!!!

"Creio que quase sempre é preciso um golpe de loucura para se construir um destino."Marguerite Yourcenar
Compartilhe: