Compartilhe nas redes sociais

sábado, 11 de julho de 2015

Depois da postagem do nosso Blog, CCZ e Associações voltam atrás contra o corte de ponto dos Agentes na greve do SINDACS.

Olá colegas! Depois de muitas ameaças, por parte do CCZ, na questão do corte do ponto dos Agentes de Saúde, e as associações que dizem defender trabalhadores, se reunirem com o secretário de gestão, para dizer claramente em seus sites, blogs e diversas redes sociais, de quem permanecesse na greve do SINDACS. teria o corte de ponto (Cód. 31), em vez de (cód. 41), tiveram que voltar atrás.

Isso porque nosso blog mais uma vez, ofereceu mais uma arma para o Agente de Saúde: O CONHECIMENTO! 
O CCZ, foi obrigado a retroceder na ordem de cortar o ponto (cód. 31) dos Agentes de Saúde que participassem da Greve do SINDACS, pois este ignorou uma Instrução Normativa, que determinava o Código 41, esclarecida no nosso Blog, na postagem: "CCZ e Distritos Sanitários não possui legalidade para cortar ponto..."

Os Distritos Sanitários também foram obrigados a CUMPRIR A LEI, isso não é favor, mas sim obrigação da Administração Pública.

E por último as associações tiveram que engolir seco e não gritaram o gol apostando no corte de ponto dos Agentes que participarem da greve do SINDACS. Uma voltou atrás e deu até uma carta pública orientando o código 41.

Parabéns ao SINDACS, que atuou de forma enérgica contra aqueles que tiveram esse tipo de atitude. De acordo com Sérgio Papa, a entidade acionará a justiça para denunciar quem cometeu tal ilegalidade, e qualquer supervisor ou gerente de unidade que acatou a decisão arbitrária do CCZ/ Distrito Sanitário, de cortar o ponto, responderá solidariamente com o órgão por Assédio Moral.

Essa atitude também foi denunciada por mim, na Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Salvador. Segundo a vereadora Aladilce, a Câmara irá realizar as ações nessessárias para que os culpados sejam responsabilizados.

Quero parabenizar princialmente os colegas, que souberam como, e o que fazer com as informações, e a buscar seus direitos.

Veja abaixo modelo da frequencia onde a colega me enviou:


Antes de postar sobre a ilegalidade do corte de ponto, essas associações estavam buscando desmobilizar a categoria na greve amedrontando, com essa novela dos códigos. 

Porque nenhuma veio com uma solução para o fim dessa novela dos códigos?
Porque essas entidades não apontaram a verdade, e somente depois da repercussão negativa sobre suas atitudes que resolveram se desculpar?
Eles realmente permitiriam que a gestão cortasse o ponto daqueles que queriam brigar pelo piso?

A briga ficou tão mesquinha que esqueceram que o foco é o Agente e não seus interesses próprios!!!

Mas, finalmente essa novela acabou, a categoria e a justiça venceram a tirania!!

"Conhecimento não é aquilo que você sabe, mas o que você faz com aquilo que você sabe."
Aldous Huxley
Compartilhe: