Compartilhe nas redes sociais

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Suspeitos acusados de estuprar e matar a Agente de Saúde no dia 16/11 em Camamu-BA, são encontrados mortos com sinais de linchamento.

Vingança, pela morte da Agente Comunitária no dia 16/11, teria motivado o linchamento de 4 pessoas em Camamu, no Sul da Bahia, na sexta feira(20).  Conhecidos como “Das Aranhas”, “Índio”, “Tatu” e um menor de inicial B. estão entre os mortos.

Na tarde desta sexta-feira(20) a comunidade da cidade de Camamu, do Distrito do Acaraí e da comunidade da Brahma viveram momentos de pânico e terror após populares lincharem e matarem, com requintes de crueldade, 4 homens suspeitos de ter envolvimento no estupro e assassinato da Agente de Saúde Lecy Mendes Brito na região conhecida como Brahma, na última terça-feira (17).

Um dos supostos envolvidos, B. de Ubaitaba, teria sido detido pela Polícia Civil, para prestar depoimento, por suspeita no envolvimento do crime, mas por ser menor, foi liberado até que o caso fosse apurado. Ao voltar para casa, porém, o carro  onde estava foi interceptado nas proximidades do distrito do Acaraí,  quando homens cercaram o carro e o tiraram  a força matando-0 em seguida. Uma parente da vítima, que o acompanhava no carro ainda conseguiu fugir. Segundo informações da Polícia, esse mesmo indivíduo já era suspeito de ter matado uma outra pessoa a uma semana antes em Camamu.

Um outro homem, conhecido como Índio, seria um dos autores e teria revelado os outros envolvidos. Comenta-se que o assassinato de Lecy teria sido praticado por 6 homens. Amigos da vítima e populares, numa atitude de revolta saíram em busca de todos os suspeitos nas proximidades de Camamu, Acaraí e Brahma, levando-0s ao mesmo local onde teriam praticado o crime para matá-los.

Foi uma ação muito rápida, a população ficou em pânico. A polícia local não conseguiu conter a iniciativa dos “vingadores”. Em momentos como esse fica evidente a fragilidade da polícia local que só conta com 03 agentes da Polícia Civil e 02 Policiais militares a disposição da comunidade de Camamu.


No total foram 4 mortes, sendo que um dos corpos teve seus órgãos genitais arrancados e outro foi queimado. O local do crime foi entre Acaraí e a fazenda Brahma.

Apesar do pânico e da situação alarmante onde a população tem se revoltado contra crimes bárbaros e feito ‘justiça com as próprias mãos’, boa parte da população do município parecia favorável a vingança pelo crime que abalou a cidade na última segunda feira(16). Mas esse situação levou a várias controvérsias nas redes sociais, alguns a favor outros contra. E de certa forma, evidencia o descrédito em que a justiça brasileira se tornou, onde as pessoas tem agido por conta própria.

Fonte: Diário de Camamu

Obs: Desfoquei as imagens em respeito aos colegas...

Não é a coisa certa a fazer, mas se os politicos e a justiça não fazem a sua parte, a população age.

Compartilhe: