Compartilhe nas redes sociais

sexta-feira, 10 de março de 2017

Após Manifestação Nacional, ministro da Saúde abrirá discussão para o Reajuste do Piso Salarial da categoria!


Após ato promovido pelas entidades FENASCE, CNTSS, CUT, FENAAC e CONFETAM, que  concentraram centenas de agentes de vários estados e municípios brasileiros, conseguiram sentar à mesa para iniciar a discussão do Piso Salarial da categoria com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros. Leia abaixo:


Release da manifestação no dia 07 de março, apoio do Conselho Nacional de Saúde e reunião com o Ministro da Saúde:

O Presidente da FENASCE, Fernando Cândido e o Diretor Jurídico, Flaviney Almeida estiveram reunidos na manha desta terça-feira (07/03) com o Ronald Ferreira, Presidente do Conselho Nacional de Saúde. A reunião aconteceu na sede do Conselho, em Brasília.



Os dirigentes da Federação fizeram um resgate histórico da luta dos agentes de Endemias e Comunitários para inatituir, em 2014 o PISO SALARIAL NACIONAL DA CATEGORIA. Entretanto, o mesmo se deteriorou em função de não ter sofrido reajuste até a presente data.

Os dirigentes ressaltaram que a FENASCE lançou uma campanha Nacional pelo reajuste do piso e dentro do calendário de atividades está uma manifestação, que ocorrerá, amanhã a partir das 8h, com concentração na Catedral Metropolitana do Distrito Federal. O CNS deve estar em consonância com a luta dos agentes. Portanto, seria extremamente importante a participação do Presidente em nossa manifestação, afirma Fernando Cândido.

Ronald Ferreira, afirmou que apoiará a luta dos agentes e participará amanhã da mobilização.
O Presidente do CNS ainda afirmou que a fala do Ministro da Saúde, Ricardo Barros na última reunião do Conselho foi muito ruim. Além de propor o aumento das atribuições dos agentes comunitários, descaracterizara a estratégia de saúde preventiva.

Reunião com o Ministro da Saúde

Ricardo Barros para debaterem sobre o reajuste. O Ministro disse estar aberto à discussão e também afirmou que um GT Grupo de Trabalho, será criado para esse fim. Afirmou também que sabe da importância da categoria, e que estão trabalhando as solicitações feitas. “O Ministério da Saúde e o Governo Federal estão abertos ao diálogo, afirmou Barros”.

Release do dia 08/03, discussão do PL 6437


Na manhã da quarta-feira (8) de março, além de ser comemorado o dia internacional da mulher, a FENASCE teve um outro motivo para comemorar, o motivo, foi o sucesso da mobilização que desde janeiro vinha sendo amplamente divulgada e teve grande participação de caravanas de vários estados brasileiros como: Alagoas, Acre Ceará, Goiás, Minas Gerais, Espirito Santo, Roraima, Pernambuco, Piauí, Mato Grosso do Sul, Sergipe São Paulo, Parana e Paraíba. Estes estados atenderam o chamado da Federação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate as Endemias para a manifestação em prol do reajuste do piso salarial que está estagnado a praticamente três anos.

Com a concentração das caravanas na Catedral Metropolitana de Brasília, os trabalhadores aguardavam o momento para a caminhada até o Ministério da Saúde onde aconteceria a manifestação, com o intuito de cobrar do Ministro da Saúde Ricardo Barros, o reajuste do piso salarial.

Mesmo sob um sol escaldante, os agentes seguiam fortes na convicção de que só a luta garante. Todas as falas proferidas pelos dirigentes das entidades presentes, foram na defesa de que é de extrema urgência que o governo se sensibilize, e promova uma politica de reajuste do piso desses profissionais.

Após o encerramento da manifestação no Ministério da Saúde, as caravanas deram uma pausa para o almoço, e concentraram se no período da tarde no anexo 2 da Câmara Federal, para acompanharem uma Audiência Pública onde seria discutido o Projeto de Lei 6437 que prevê alterações no perfil dos Agentes. A princípio estava reservado, apenas o plenário 7 para acomodação dos agentes, porém devido a quantidade de trabalhadores, foram necessários, mais três plenários 8,9,e 15 para que pudesse ser comportado todos trabalhadores. Para conseguir a liberação dos plenários extras, foi fundamental a intervenção do Deputado Federal Dr: Odorico Monteiro do PROS (CE), que durante muito tempo acampou essa batalha junto aos agentes.

A FENASCE continuará lutando até que as pautas de reivindicações da categoria, sejam cumpridas na sua totalidade. Lembrando que a federação tem como foco principal a LUTA PELO REAJUSTE DO PISO SALARIAL NACIONAL. 


"Não vamos nos omitir a discussão de qualquer tema pertinente a categoria, porém no momento nossa pauta prioritária será o reajuste." Deliberação tirada em reunião da direção da FENASCE".

Texto: Leocides Jose de Souza diretor de Comunicação da FENASCE e diretor do SINDSAUDE/GO

SEM MIMIMI, CHEGA DE BLABLABLÁ, REAJUSTE DO PISO SALARIAL JÁ!
Compartilhe: