Compartilhe nas redes sociais

domingo, 2 de junho de 2013

O que é AMAQ? Mais uma sigla de suma importância e que nós não conhecemos...

Olá colegas como sempre, fiquei futucando a internet e achei algo muito interessante: AMQ significa: Auto Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família. Continuei pesquisando e achei interessante e resolvi compartilhar com cada um de vocês.

No site do Ministério da Saúde e busquei mais sobre o assunto:

O que é Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família ?

Trata-se de uma metodologia de gestão interna ou autogestão dos processos de melhoria contínua da qualidade desenvolvida especificamente para a estratégia Saúde da Família (SF).

Os eixos centrais da proposta são o estabelecimento dos parâmetros de qualidade para a estratégia, a avaliação como instrumento de gestão e tomada de decisão e o compromisso com a qualidade na atenção à saúde. Neste sentido foram elaborados cinco instrumentos de auto-avaliação, baseados em padrões de qualidade e dirigidos a atores específicos (gestor municipal da saúde, coordenação da SF, unidade SF, equipe SF, profissionais de nível superior da SF).

Esses instrumentos possibilitam a identificação dos estágios de implantação, desenvolvimento e qualidade da estratégia em seus diferentes pontos, desde a gestão até as práticas de saúde das equipes junto à população. A partir desse conhecimento os gestores, coordenadores e profissionais poderão elaborar planos de intervenção e propor ações para melhoria da qualidade.

O registro das auto-avaliações deverá feito, além da versão impressa em papel, também no banco de dados do projeto, acessível por internet. Relatórios diagnósticos diversos poderão ser impressos auxiliando a análise e avaliação dos dados. O acompanhamento do histórico das auto-avaliações e a evolução incremental e contínua dos resultados de equipes, municípios e regiões poderá ser realizado a partir de diferentes pontos do sistema.


O Ministério da Saúde, por meio da Coordenação de Acompanhamento e Avaliação/ Departamento da Atenção Básica/ Secretaria de Atenção à Saúde, ao disponibilizar aos gestores municipais e suas equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal a proposta Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família, busca oferecer uma metodologia acessível de gestão da qualidade em saúde.


Ela integra um conjunto de ações contempladas no Componente III (Avaliação e Monitoramento) do PROESF – Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família e foi desenvolvida em cooperação técnica com a Organização Panamericana de Saúde - OPAS. Dessa forma, confirma-se o compromisso político de fortalecer a avaliação da Atenção Básica nas três esferas do governo, incorporando-a como instrumento de gestão do SUS.

Quais são as diretrizes?

· Especificidade: metodologia desenvolvida especificamente para este modelo de atenção;

· Autogestão: dirigida à gestão interna dos processos de melhoria contínua da qualidade; significa que a condução do processo deverá dar-se internamente nos municípios;

· Abrangência: instrumentos universais, passíveis de aplicação em todo o território nacional,

· Aplicabilidade: facilidade de aplicação dos instrumentos de auto-avaliação e operacionalização dos registros no banco de dados;

· Livre adesão: a adesão deverá ser uma iniciativa voluntária do gestor municipal, abrangendo todas as equipes de Saúde da Família, suas unidades básicas e coordenações ou, excepcionalmente no caso dos grandes municípios, em regiões determinadas;

· Integração: esta proposta deverá ser apoiada pelas demais esferas de governo, especialmente as Secretarias Estaduais de Saúde, por meio da integração aos seus Planos Estaduais de Monitoramento e Avaliação da Atenção Básica;

· Sistema Digital: a operacionalização da proposta prevê muitas etapas informatizadas, via internet, quando são realizadas ações tais como o cadastramento do município, a disponibilização dos instrumentos de auto-avaliação e documentos técnicos, a alimentação dos resultados em banco de dados e a emissão de relatórios. Uma etapa não informatizada está, inicialmente, prevista entre estes processos: a resposta aos instrumentos de auto-avaliação na forma de impressos.

· Garantia de privacidade: os resultados das avaliações estarão acessíveis para usuários autorizados e cadastrados em cada esfera de gestão. Os resultados só poderão ser acessados pelos próprios municípios, pelo gestor estadual referente àquele município ou pelo Ministério da Saúde;

· Qualificação: visando assegurar o componente pedagógico e qualificador da proposta, não estão previstos incentivos financeiros ou sanções relativas aos resultados obtidos.

A quem se destina a proposta Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família?

A presente proposta está dirigida a todos os municípios brasileiros com equipes de Saúde da Família implantadas, independente do tempo de início da estratégia no município.

O gestor deverá optar livremente pela adesão à proposta, viabilizando que as avaliações alcancem todas as equipes do município, assim também como todos os demais âmbitos da estratégia: gestão, coordenação e unidades Saúde da família.

Os resultados das auto-avaliações serão registrados, via internet, no banco de dados do projeto, permitindo o acompanhamento do seu histórico pelo próprio município, pela Secretaria Estadual de Saúde correspondente e pelo próprio Ministério da Saúde.

Embora a proposta seja dirigida, prioritariamente, ao âmbito municipal, os padrões de qualidade e os instrumentos de auto-avaliação poderão ser utilizados por profissionais da Saúde da Família, coordenadores estaduais, técnicos e acadêmicos como referência para implantação, implementação e acompanhamento da estratégia.

O Papel das Secretarias Estaduais de Saúde

Propõe-se aos estados que assumam o planejamento, a divulgação e a programação da implantação da proposta conjuntamente com os municípios.

Atribuições:

· Divulgação da proposta para os municípios por meio de seminários, oficinas de trabalho regionais e municipais.

· Contribuição na formação de facilitadores locais.


· Planejamento e programação das etapas de implantação da proposta no estado.

· Acompanhamento e apoio técnico aos municípios no processo de implantação e desenvolvimento da proposta.


· Realização da 4ª Etapa de implantação da proposta – Avaliação “formal” da estratégia nos municípios.

· Acompanhamento e avaliação do processo de implantação e desenvolvimento da proposta na esfera estadual.

· Integração aos Planos Estaduais de Monitoramento e Avaliação da Atenção Básica

Embora a proposta seja dirigida, prioritariamente, ao âmbito municipal, os padrões de qualidade e os instrumentos de auto-avaliação poderão ser utilizados por profissionais da Saúde da Família, coordenadores estaduais, técnicos e acadêmicos como referência para implantação, implementação e acompanhamento da estratégia.

O Papel das Secretarias Municipais de Saúde

As secretarias municipais de saúde são o alvo central do desenvolvimento da proposta, bem como da realização das ações de melhoria da qualidade.

Atribuições:

 Organização e coordenação conjunta com a coordenação municipal da Saúde da família para implantação da proposta no município.

·Divulgação da proposta para os atores e setores sociais envolvidos: gerentes e profissionais da secretaria municipal de saúde, profissionais da equipe de saúde da família, conselhos de saúde (Conselho Municipal, Distrital, Local).

· Envolvimento dos atores sociais responsáveis pela implantação e realização das ações de melhoria da qualidade.

· Viabilização das condições necessárias para a execução das ações programadas – para a auto-avaliação da qualidade e para o desenvolvimento das ações de melhoria da qualidade.

· Acompanhamento e avaliação do processo de implantação e seu desenvolvimento no âmbito municipal.

Equipes e Profissionais

 Embora a proposta seja dirigida, prioritariamente, ao âmbito municipal, os padrões de qualidade e os instrumentos de auto-avaliação poderão ser utilizados por profissionais da Saúde da Família, coordenadores estaduais, técnicos e acadêmicos como referência para implantação, implementação e acompanhamento da estratégia.

Na realidade colegas, não tenho total conhecimento, se alguém sabe qual o benefício ($$$) que podemos ter ao município integrar?

Achei três materiais para quem quiser aprofundar os conhecimentos.

Veja abaixo:

Metodologia AMQ
AMQ 2012

Só clicar nos nomes que abrirá em uma nova janela.

A imaginação é mais importante que o conhecimento. Conhecimento auxilia por fora, mas só o amor socorre por dentro. Conhecimento vem, mas a sabedoria tarda.
Albert Einstein


Curta nossa pagina no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Participe, debata e dê sua opinião do Nosso Grupo no Facebook:

Agentes de Saúde Salvador

Me add no Facebook:

Ivando Agente de Saúde

Sigam-me no Twitter:

Ivando Agente de Saúde
Compartilhe: