Compartilhe nas redes sociais

sábado, 30 de julho de 2016

Graças aos Agentes de Endemias, Salvador registra redução do índice de infestação do Aedes aegypti.PARABÉNS AOS ACE'S!!!

O Índice de Infestação Predial (IIP) por Aedes aegypti na capital baiana é de 1,4%. Isso significa que a cada 100 imóveis visitados, menos de dois apresentaram focos do mosquito.

O índice é resultado do Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) que foi realizado entre os dias 01 e 22 de junho. Apesar da cidade ainda estar em alerta para a ocorrência de uma eventual epidemia das arboviroses, houve uma redução de 22% em relação ao último levantamento do mês de janeiro, quando o indicador era de 1,8%. Segundo a AGECOM o resultado do levantamento é atribuído à intervenções, mobilização e conscientização da população através de campanhas, além da intensificação das atividades do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). “Estamos, cada vez mais fechando o cerco ao mosquito. No entanto, mesmo com uma redução considerável, ainda estamos com um índice acima do ideal e, por isso, o alerta continua aceso. É importante que a população se mantenha vigilante e colabore”, afirma a coordenadora do Programa Municipal de Controle do Aedes, Isabel Guimarães. 

O levantamento apontou, ainda, que os Distritos Sanitários do Centro Histórico, Liberdade e Brotas apresentam índice de infestação igual ou menor a 1,0%, recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Desta forma, essas áreas não apresentam risco de uma epidemia da doença. Os demais distritos de Salvador apresentam resultados satisfatórios. Foi apontado, ainda, que 12 bairros da capital não identificaram nenhum foco do vetor. A única localidade do município que tem alto risco para eventual epidemia das arboviroses é a Palestina, com o IPP de 4,6%.

Parabéns aos ACE's de Salvador. Mesmo com falta de estrutura para executar o trabalho, como falta de P.A's, falta de EPI adequado, violência e a falta de valorização da gestão, conseguimos reduzir a menos de 1,0%. Imaginem se tivéssemos as mínimas condições de trabalho, como não poderíamos atuar???

Vocês guerreiros e guerreiras que merecem todas as felicitações e agradecimentos!!!

PARABÉNS A TODOS!!!

Os Agentes de Endemias fazendo seu trabalho e ACM Neto não faz a dele, descumprindo a Lei federal 12.994/14 e NÃO PAGA O PISO SALARIAL NACIONAL A ESSES PROFISSIONAIS!!
Compartilhe: