Compartilhe nas redes sociais

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

VIOLÊNCIA: Agente de Saúde de Salvador é assassinado a tiros em serviço.

Olá colegas! É com mais essa revolta que venho dizer que a vida de mais um colega foi ceifada em serviço. Dessa vez foi em Salvador/Ba. Leia abaixo:

O Agente Comunitário de Saúde (ACS) Edenilson Miranda Evangelista, lotado no Distrito Sanitário de São Caetano / Valéria, foi vítima de dois tiros disparados por dois homens não identificados. O crime ocorreu ontem quando o agente ia à sua área de trabalho. O colega chegou a ser internado, mas veio a óbito nessa madrugada.

ACS, Edenilson Miranda Evangelista, lotado no Distrito Sanitário de São Caetano / Valéria.
"É nesse momento em que todos se igualam, é nesse momento e que o  quanto nos damos conta de como somos frágeis, é nesse momento que refletimos para que e porque estamos aqui, é nesse momento que sentimos a falta de uma pessoa.
É nesse momento que pessoas brilhantes aqui viram estrela no céu...
Mais um guerreiro que nos deixa e permanecerá para sempre uma lacuna nas lutas e nos nossos corações...
Meus Pêsames!!! :'("

Salmos 34:18
O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido.

Salmos 23:4
Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei mal algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.

Essa é minha Singela homenagem. Que Deus conforte os corações dos Familiares e Amigos. Nesse momento sei que as mais belas palavras e as melhores ações e atitudes não diminuem o tamanho da perda, mas o tempo nos ensina a continuar e Deus nos dá força nesse momento de dificuldade.

Agora, cadê as entidades que dizem representar os Agentes?

Em salvador existem cerca de duas associações, dois sindicatos e não vi um sequer se mexer para buscar das autoridades uma resposta.

O colega morreu EM SERVIÇO, põe uma nota de pesar, mas e de efetivo o que fazem? 

Não houve um ato público, uma caminhada pela paz, pelas nossas vidas. FALTA DE RESPEITO!

Nossas vidas para eles não contam nada, até porque eles não sentem mais os perigos do campo.

Depois os dirigentes destas entidades perguntam porque apoio o Presidente do Sindicato dos Rodoviários e não apoio o candidato deles. Olha a a diferença da postura: se um rodoviário é ferido em serviço ou é morto, o sindicato para a cidade. Aqui as entidades se calam e se escondem e colocam notinhas de pesar.

Mais um colega que vai embora e não vê o seu direito do Piso Salarial concretizado!
Compartilhe: